Análise de inventário ABC

Introdução à análise ABC:

Na gestão de materiais, o Análise ABC (ou Controle Seletivo de Estoque) é uma técnica de categorização de inventário. A análise ABC divide um inventário em três categorias: “itens A” com controle muito rígido e registros precisos, “itens B” com registros menos controlados e bons, e “itens C” com os controles mais simples possíveis e registros mínimos.

A análise ABC fornece um mecanismo para identificar itens que terão um impacto significativo no custo geral do estoque, ao mesmo tempo que fornece um mecanismo para identificar diferentes categorias de estoque que exigirão diferentes gerenciamentos e controles.

A análise ABC sugere que os estoques de uma organização não têm valor igual. Assim, o inventário é agrupado em três categorias (A, B e C) em ordem de importância estimada.

Os itens 'A' são muito importantes para uma organização. Devido ao elevado valor destes itens 'A', é necessária uma análise de valor frequente. Além disso, uma organização precisa escolher um padrão de pedido apropriado (por exemplo, 'Just-in-time') para evitar excesso de capacidade. Os itens 'B' são importantes, mas é claro que são menos importantes que os itens 'A' e mais importantes que os itens 'C'. Portanto, os itens 'B' são itens intergrupos. Os itens 'C' são marginalmente importantes.

Gráfico de análise ABCGráfico de análise ABC

Vários nomes de análise ABC ou técnicas semelhantes.

  • Análise ABC
  • Análise Pereto
  • Regras 80/20
  • Poucos vitais, muitas viagens
  • Análise VED
  • A análise ABC

    A abordagem ABC afirma que uma empresa deve classificar os itens de A a C, baseando suas classificações nas seguintes regras:

    • Os itens A são bens cujo valor de consumo anual é o mais alto; os 70-80% principais do valor de consumo anual da empresa normalmente representam apenas 10-20% do total de itens de estoque.

    • Os itens B são os itens interclasses, com valor de consumo médio; esses 15-25% do valor do consumo anual normalmente representam 30% do total de itens de estoque.
    • Os itens C são, pelo contrário, os itens com menor valor de consumo; os 5% inferiores do valor de consumo anual normalmente representam 50% do total de itens de estoque.
    Tabela de análise ABCTabela de análise ABC

    Cálculo de análise ABC:

    O valor do consumo anual é calculado com o

    Fórmula: (Demanda anual) x (custo do item por unidade)

    Por meio dessa categorização, o gerente de suprimentos pode identificar pontos críticos de estoque e separá-los do restante dos itens, principalmente daqueles que são numerosos, mas não tão lucrativos.

    Vantagens da classificação ABC

    • Esse tipo de categorização de estoque ajuda a gerenciar todo o volume e atribuir prioridade relativa à categoria certa. Por exemplo, os itens da classe A são os itens de alto valor. Assim, é possível monitorizar de perto o inventário desta categoria para garantir que o nível de inventário é mantido em níveis óptimos, pois qualquer excesso de inventário pode ter um enorme impacto adverso em termos de valor global.
    • Itens de uma categoria: Ajuda a identificar esses estoques como itens de alto valor e a garantir um controle rígido em termos de controle de processo,
      segurança física, bem como frequência de auditoria.
    • Ajuda os gerentes e planejadores de estoque a manter registros precisos e chamar a atenção da administração para o problema em questão.
      facilitar a tomada de decisão instantânea.
    • Itens da categoria B: Estes podem receber segunda prioridade com menor frequência de revisão e controles menos rígidos com medidas adequadas.
      documentação, controles de auditoria em vigor.
    • Itens da categoria C: Pode ser gerenciado com registros básicos e simples. As quantidades de estoque podem ser maiores com poucas revisões periódicas.

    Desvantagens

    • A classificação do estoque não reflete a frequência de movimentação do SKU e, portanto, pode enganar os controladores.
    • As categorias B e C muitas vezes podem ser negligenciadas e acumular enormes estoques ou suscetíveis a perdas, furtos, negligência no controle de registros, etc.

    Conteúdo Relacionado

    Voltar para o blog

    Deixe um comentário

    Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.