Iniciando uma franquia de alimentos: o que você precisa saber

O modelo de negócios de franquia tem sido aplicado em muitos setores, mas o termo é frequentemente associado a redes de restaurantes. A indústria alimentar é muito competitiva e uma franquia oferece duas vantagens principais: replicar um modelo de negócio comprovado e utilizar uma marca estabelecida. No entanto, as franquias na indústria alimentícia são caracterizadas por requisitos rigorosos e você precisa de um design MEP profissional que atenda aos seus manuais de operação.

As instalações MEP criam um ambiente interno adequado para os seres humanos, o que significa que são importantes em qualquer projeto de construção. Porém, uma franquia de restaurante possui requisitos que não deixam margem para erros: segurança alimentar, instalações adequadas para cozinha comercial e descarte correto de resíduos.

Certifique-se de que suas instalações MEP sejam adequadas aos equipamentos de sua franquia.

Deixe-nos ajudá-lo

Este artigo fornece algumas recomendações de engenheiros MEP profissionais ao iniciar uma franquia de alimentos. Muitos problemas comuns na indústria alimentar podem ser evitados com decisões de design inteligentes. A fase de projeto também oferece uma excelente oportunidade para melhorar aspectos como eficiência energética e qualidade do ar interno.

1) O desempenho do HVAC é fundamental em uma franquia de alimentos

cozinha comercial

Os sistemas HVAC são necessários para manter condições internas adequadas em todos os tipos de edifícios. Suas funções incluem remover o calor no verão, fornecer calor no inverno e manter um suprimento constante de ar fresco. No entanto, os sistemas HVAC também têm custos de funcionamento elevados e representam mais de 50% da utilização de energia em edifícios residenciais e comerciais.

Em uma franquia de alimentos, um bom Projeto de climatização tem potencial para aumentar as vendas. Se um restaurante for bem ventilado e a temperatura confortável, os clientes vão querer ficar mais tempo, consumindo mais produtos. O contrário também se aplica: os clientes não podem regressar a um restaurante se se sentirem desconfortáveis, mesmo que tenham gostado da comida. Alguns problemas de HVAC que podem afetar um restaurante incluem umidade do ar, correntes de ar e espaços internos muito frios ou muito quentes.

Nas cozinhas comerciais, o papel dos sistemas HVAC vai além do conforto. Os aparelhos de ar condicionado devem ter capacidade suficiente para retirar o calor libertado pelos equipamentos da cozinha e o sistema de ventilação deve ser capaz de remover vapores e odores. Uma cozinha comercial sem HVAC adequado não é apenas desconfortável, mas também perigosa, tanto para o pessoal da cozinha como para os clientes.

2) Os equipamentos devem ser certificados para Foodservice

equipamentos de cozinha

A segurança alimentar é levada muito a sério pelas franquias, uma vez que incidentes nessa área podem prejudicar gravemente a imagem de sua marca. A segurança alimentar é alcançada com uma combinação de medidas de design e procedimentos operacionais, e isso inclui o uso de equipamentos certificados. O Fundação Nacional de Saneamento (NSF International) é a autoridade do setor nos EUA e seu rótulo significa que um produto passou por rigorosos testes laboratoriais.

  • A NSF International publicou mais de 80 padrões, que são usados ​​em todo o mundo.
  • A NSF International não certifica apenas equipamentos de cozinha. O rótulo também é usado para produtos de iluminação, encanamentos e outros componentes em áreas onde os alimentos são manuseados.
  • O selo NSF também se expandiu para outras indústrias: automotiva, aeroespacial, sistemas de água, construção, saúde, etc.

Geralmente, os equipamentos certificados pela NSF são obrigatórios em restaurantes e outras franquias de alimentação. No entanto, a compra de equipamentos com a etiqueta é fortemente recomendada, mesmo quando não especificada diretamente. Para ter certeza de adquirir equipamentos que foram testados quanto à segurança alimentar, procurar o rótulo NSF é uma solução simples. Como o rótulo exige verificação de terceiros em laboratórios aprovados, os fabricantes não podem adicioná-lo por conta própria.

3) A importância das caixas de gordura em uma franquia de alimentos

Armadilhas de graxa

Uma cozinha comercial produz resíduos como óleos, graxas e partículas sólidas de alimentos. Essas substâncias podem solidificar e bloquear tubulações se forem lançadas na rede de esgoto, o que pode causar transbordamentos. Desobstruir as tubulações afetadas é difícil e a água contaminada liberada representa um grande risco à saúde.

As caixas de gordura são obrigatórias em empresas com resíduos que podem entupir tubulações de esgoto, inclusive restaurantes. Em algumas aplicações, você pode precisar de um interceptador de graxa, que pode ser descrito como uma versão maior de uma caixa de gordura. Antes de montar uma franquia de alimentação em um espaço comercial, é necessário garantir que o sistema de encanamento possua caixa de gordura adequada.

Conclusão

A higiene e o conforto são muito importantes na indústria alimentar e uma empresa profissional de engenharia MEP pode ajudá-lo a alcançar o melhor desempenho nestas áreas. Os sistemas HVAC são importantes para o conforto e a saúde em qualquer espaço comercial, mas nos restaurantes também têm impacto nas vendas e na segurança da cozinha. Você também deve certificar-se de que o equipamento do restaurante seja certificado pela NSF e que o sistema de encanamento tenha um interceptor de gordura de capacidade adequada.

Conteúdo Relacionado

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.