Impacto das Mudanças Climáticas nas Áreas Costeiras, Parte 1

As regiões costeiras dos EUA são ambientes de negócios dinâmicos e locais altamente desejáveis ​​para se viver. As costas apoiam empregos em muitas indústrias e os seus portos marítimos servem como centros de negócios para o comércio com parceiros globais – a cidade de Nova Iorque é um bom exemplo. Além dos benefícios económicos das costas, elas também abrigam diversos ecossistemas como praias, estuários e deltas. Esses ambientes naturais oferecem oportunidades de recreação, pesca sustentável e esportes aquáticos.

No entanto, as regiões costeiras estão continuamente expostas aos perigos climáticos. Por exemplo, eventos como marés altas, tempestades, ondas fortes e fortes precipitações podem causar inundações. O impacto destes eventos pode variar desde meros inconvenientes até graves danos materiais, combinados com ferimentos e vítimas.

Obtenha um design resiliente para o seu próximo projeto de construção.

Aumento do nível do mar: uma ameaça às propriedades costeiras

O nível médio global do mar está a aumentar e a afectar as zonas baixas. Isto aumenta a magnitude, frequência e duração das inundações costeiras. De acordo com os marégrafos de todos os continentes e satélites, o nível médio global do mar aumentou aproximadamente 7 a 8 polegadas desde 1900. As alterações do nível do mar numa área específica dependem de uma combinação de factores globais e regionais. No setor da construção, a construção de resiliência tornar-se-á mais importante ano após ano.

erosão costeira

Há regiões onde a terra está a subir mais rapidamente do que o nível do mar, principalmente devido a forças tectónicas, e isto dá a impressão de que o nível do mar está a diminuir. No entanto, também existem regiões onde a terra está a diminuir e o efeito da subida do nível do mar é amplificado. A seguir estão algumas condições que podem produzir um aumento localizado do nível do mar:

  • Subsidência em deltas de rios, deslocamentos tectônicos e movimentos de terra
  • Expansão térmica da água à medida que sua temperatura aumenta (prazos mais curtos)
  • Mudanças na circulação oceânica superficial e profunda
  • Extração de águas subterrâneas
  • Construção de reservatórios
  • Mudanças no escoamento
  • Geleiras e mantos de gelo derretendo

Erosão costeira

aumento do nível do mar

À medida que o nível global do mar aumenta, a ação das ondas em altitudes mais elevadas aumenta o risco de erosão costeira. Este é o processo pelo qual a subida do nível do mar, a ação das ondas e as inundações costeiras desgastam ou carregam rochas, solo e areia ao longo da costa. É comum que os litorais sofram diversos eventos naturais que causam erosão, como tempestades tropicais. Um cenário muito prejudicial é a combinação de tempestades na maré alta com os efeitos adicionais de ondas fortes, o que é típico de tempestades tropicais que atingem a costa.

No passado, um método comum de protecção contra a erosão costeira era o “endurecimento da linha costeira”. Este método usou estruturas como diques, esporões, enrocamentos e diques para reforçar a linha costeira. À medida que a compreensão das linhas costeiras melhorou, suspeita-se que as soluções estruturais possam ter causado mais problemas do que resolvidos. Os governos locais muitas vezes proíbem estes métodos.

  • Eles interferem nas correntes naturais de água
  • Eles evitam que a areia se desloque ao longo da costa
  • Altos custos iniciais e de manutenção

As medidas de proteção baseadas na natureza ou “verdes” melhoram a capacidade natural das linhas costeiras de dissipar a energia das tempestades, sem interferir nos processos costeiros. A nutrição da praia é uma técnica comum e não estrutural de estabilização da costa. Esta técnica consiste em colocar areia adicional na praia, que funciona como um amortecedor contra a erosão, ao mesmo tempo que aumenta o valor recreativo da praia. Outros métodos incluem a estabilização de dunas com cercas ou vegetação natural, protecção e restauração de zonas húmidas e relocalização ou remoção de estruturas.

Inundações na maré alta

inundação da maré alta

Um evento de inundação na maré alta ocorre quando o nível do mar local sobe acima de um limite especificado, na ausência de tempestade ou inundação do rio. As consequências das inundações da maré alta podem incluir a acumulação de água em estradas baixas ou a entrada de água do mar nos sistemas de águas pluviais. As inundações da maré alta foram inicialmente chamadas de inundações incômodas, uma vez que causam inconvenientes públicos, como fechamento de estradas e drenagem pluvial saturada. O impacto pode tornar-se mais severo quando as marés altas coincidem com outras condições:

  • Tempestades costeiras
  • Os ventos que sopram para o interior empurram grandes volumes de água
  • Chuvas fortes, que aumentam o volume de água

Marés altas extremas geralmente ocorrem algumas vezes por ano durante a lua nova ou cheia. Estas são conhecidas como marés vivas perigeanas ou marés reais e são de origem astronômica. Quando a Terra, a Lua e o Sol estão em linha reta, a força gravitacional combinada da Lua e do Sol no oceano da Terra resulta em marés anormalmente altas. Contudo, o alinhamento astronômico não é o único fator que influencia as marés altas; grandes mudanças nos padrões climáticos e de circulação oceânica, como o El Niño Oscilação Sul, podem afetar as frequências das inundações das marés altas.

As inundações causadas pela maré alta estão a forçar certas cidades, especialmente as da Costa Leste, a instalar estações de bombagem dispendiosas que limpam as águas das inundações das ruas. À medida que o nível global do mar aumenta, as inundações tornar-se-ão um problema mais frequente e grave. Portanto, as cidades costeiras devem começar a tomar medidas para mitigar o seu impacto.

Conteúdo Relacionado

Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.